Aviação Nacional: FAB encontra dois mortos em destroços de monomotor em MG


Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou que foram encontrados na tarde desta sexta-feira (1º) dois corpos junto aos destroços do avião monomotor RV-7 que havia desaparecido na segunda-feira (28), após decolar de Ubatuba (SP) com destino a Rio Claro (SP). Uma equipe de militares desceu no local de rapel e confirmou que se tratava do monomotor.
Segundo o Centro de Comunicação da Aeronáutica, o avião foi encontrado em uma região de mata fechada na Serra da Mantiqueira a aproximadamente quatro quilômetros a sudeste do distrito de Monte Verde, em Camanducaia (MG), próximo à divisa com o Estado de São Paulo. Pela manhã, ele já havia sido avistado durante um sobrevoo de um helicóptero da FAB. 

Os militares chegaram até o local depois que uma fotografia foi tirada durante um voo panorâmico sobre uma região conhecida como Platô. Na imagem, foi visto um reflexo de luz do que seria a fuselagem do avião.

Na manhã desta sexta-feira, foi feito um voo panorâmico no local, mas devido ao mau tempo nada foi localizado. Horas depois, o helicóptero da FAB retornou ao local e desta vez conseguiu avistar e confirmar que realmente se tratava do monomotor. 

Devido à dificuldade de acesso, as equipes em terra iniciaram uma caminhada pela mata fechada da Serra da Mantiqueira até o local onde está a aeronave. Mas, com a melhora do tempo na região, militares da FAB conseguiram chegar até o local por rapel.

Conforme a Aeronáutica, por volta de 16h45 os corpos do piloto Diego Perez e do passageiro Marcos Teixeira Barros ainda não tinham sido resgatados. Eles deverão ser levados para São José dos Campos (SP).
As buscas na região entre São Paulo e Minas contaram com o auxílio de um avião SC-105, vindo de Campo Grande (MS), e um helicóptero H-34 Super Puma, do Rio de Janeiro. A operação envolveu pelo menos 20 militares. Uma base foi montada em São José dos Campos (SP). O Jeep Club de Monte Verde colaborou nas buscas por terra.
O avião desapareceu por volta de 13h30 de segunda-feira (28) depois de decolar de Ubatuba (SP) com destino a Rio Claro (SP). Dois comerciantes, Diego Perez, que é de Rio Claro e pilotava a aeronave, e Marcos Teixeira Barros, amigo de infância de Perez e que morava em Ubatuba, ambos de 31 anos, viajavam a passeio quando perderam a comunicação. 

Horas após o desaparecimento, após uma ordem judicial, uma operadora de telefonia fez o rastreamento do celular de um dos ocupantes do avião e detectou um sinal por volta das 20h de segunda-feira na região de São Francisco Xavier, distrito de São José dos Campos.

Colegas do piloto da aeronave disseram que ele tinha bastante experiência de voo e por isso havia a esperança de que ele tivesse conseguido fazer um pouso de emergência. No terceiro dia de buscas pelo monomotor, já na quinta-feira (31), uma fotografia tirada durante um voo panorâmico pela PM captou um reflexo de luz que seria do avião entre as árvores.
Fonte:G1
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s