Mercado Aéreo: Pequenas Param de Voar

A competição acirrada e o aumento de custos no setor aéreo tirou do mercado brasileiro dez empresas desde 2010. 
A suspensão das atividades das pequenas empresas provocou uma diminuição no número de municípios atendidos por voos regulares no País. Em 2012, apenas 122 cidades receberam voos, dez a menos que no ano anterior.
Em 2010, deixaram o mercado nomes como Air Minas, Cruiser, Rico e Pantanal, comprada pela TAM. No ano seguinte, foi a vez de Sol, Puma, Meta e Noar – a dona do avião que caiu em Recife em 2011 – suspenderem seus voos. No ano passado, Abaeté e Team encerraram a oferta de linhas regulares.
Neste ano, duas novas empresas conseguiram o aval da Anac para fazer voos regulares: a MAP Linhas Aéreas e a Mais Linhas Aéreas, que ainda não iniciou as atividades.
Fonte: Estadão – Economia & Negócios
Anúncios

Um comentário sobre “Mercado Aéreo: Pequenas Param de Voar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s